terça-feira, 31 de maio de 2011

Greve na Educação

30/05/2011 Greve

Diretoria do Sinte faz pronunciamento à Sociedade

A sociedade potiguar vive um período de grandes irregularidades na Educação. Não pelo movimento grevista, mas pelas más condições em que se iniciou o ano letivo. Faltam professores, funcionários, merenda e até carteiras. Há prédios em condições precárias com instalações hidráulicas e elétricas expostas e alunos (as) correndo sérios riscos pelas infiltrações e pela possibilidade de choques nas paredes.

Os velhos bebedouros também denunciam o risco de contaminação na água consumida pelos estudantes. Há banheiros entupidos; bancos de alvenaria quebrados; cozinha com fogões inutilizados; locais insalubres, sem manutenção de limpeza e higienização. Atreladas a isso, existem as carências pedagógicas e didáticas inerentes à qualidade do ensino: as salas de aula estão super lotadas e faltam elementos básicos para se planejar uma aula.

O Governo não pode ficar alheio a esta situação. Não pode simplesmente dizer que os problemas foram causados por gestões passadas e ignorar as suas consequências. Já se passaram cinco meses desde que a atual administração assumiu o Estado e nem os Diários de Classe foram enviados aos professores. Isso, certamente, não é mais responsabilidade dos antigos governantes. É por essas razões que o Sinte se dirige à sociedade. É por isso que a categoria busca o Governo. Esse é apenas um apelo ao cumprimento de um Direito básico: Educação.

Esse diálogo entre trabalhadores, sociedade e Governo deve começar, já e deve contemplar, também, todas as condições adversas pelas quais os profissionais passam. Para tanto, vale lembrar que os salários da categoria são os mais baixos na estrutura do Governo estadual e esta é maior categoria trabalhista do Estado. É também a que presta o serviço mais importante à população.

A greve dos Trabalhadores em Educação é motivada pela falta de proposta do Governo à categoria, aos alunos e à sociedade. E ela se manterá até que alguma atitude seja tomada pelos governantes. Qualquer que seja o desfeche desta luta, o Sinte e a categoria que representa seguirão em frente firmes e coerentes em nome dos interesses da Educação.

Fonte: http://www.sintern.org.br/noticias/

sábado, 28 de maio de 2011

Educação: AULA DE MATEMÁTICA

Vejam que aula interessante, repassem...
O professor é: José hélio Almeida. Vejam a aula que ele está nos dando... abaixo.

AULA DE MATEMÁTICA
Hoje vou brincar de professor de matemática. Vou passar alguns problemas para vocês resolverem. 

Problema nº1
Um professor trabalha 5 horas diárias, 5 salas com 40 alunos cada. Quantos alunos ele atenderá por dia?
Resposta: 200 alunos dia.
Se considerarmos 22 dias úteis. Quantos alunos ele atenderá por Mês?
Resposta: 4.400 alunos por mês.
Consideremos que nenhum aluno faltou (hahaha) e, que em cada um deles, resolveram pagar ao professor com o dinheiro da pipoca do lanche 0,80 centavos, diárias. Quanto é a fatura do professor por dia?
R: 160,00 reais diários
Se considerarmos 22 dias úteis. Quanto é faturamento mensal do mesmo professor?
R: Final do mês ele terá a faturado R$ 3.520,00.

Problema nº2

O piso salarial é 1.187 reais, para o professor atender 4.400 alunos mensais. Quanto o professor fatura por cada atendimento?
Resposta: aproximadamente 0,27 mensais
Um professor de padrão de vida simples,solteiro e numa cidade do interior, em atividade, tem as seguintes despesas mensais fixas e variáveis:
Sindicato: R$12,00reais
Aluguel: R$350,00reais ( pra não viver confortável)
Agua/energia elétrica: R$100,00 reais (usando o mínimo)
Acesso à internet: R$60,00 reais 
Telefone: R$30,00 reais (com restrições de ligações)
Instituto de previdência: R$150,00 reais
Cesta básica: R$500,00 reais
Transporte: sem dinheiro
Roupas: promocionais
Quanto um professor gasta em um mês?
Total das despesas: R$1.202,00
Qual o saldo mensal de um professor?
Saldo mensal: R$1.187,00-1.202=-15 reais, passando necessidades

Agora eu te pergunto:
-Que dinheiro o professor terá para seu fim de semana?
-quanto o professor poderá gastar com estudos, livros, revistas, etc.
- Quanto vale o trabalho de um professor??
 - Isso é bom para o aluno???
- Isso é bom para a educação pública do Brasil??

Felicidade e um fraterno abraço!
G a b r i e l - Coordenador
Reg. do SINTE - Umarizal/RN

sexta-feira, 27 de maio de 2011

PROJETO PEDAGÓGICO: PLANTE UMA ÁRVORE NA ESCOLA



 
A natureza precisa de nossa ajuda e somente o desenvolvimento da consciência ecológica e uma mudança de atitude poderão mudar essa situação.
Assim como uma muda de planta, a semente da conscientização ecológica está em nossas mãos!





PROJETO PEDAGÓGICO:
                                PLANTE UMA ÁRVORE NA ESCOLA

Justificativa
Cada ser vivo tem seu lugar na natureza e realiza muitas tarefas. As árvores são muito importantes tanto para nossas vidas como para o equilíbrio da natureza. As árvores dão beleza e harmonia a qualquer comunidade. Fazem a vida mais agradável, tranqüila, relaxada e supõem um rico legado para futuras gerações. nesse sentido, desejamos neste projeto, no qual os alunos de ensino fundamental possam conhecer as etapas de crescimento e plantio de mudas de árvores. Aliando a isso uma postura crítica dos alunos em relação às questões ambientais em nossa cidade e a utilização de materiais recicláveis.

Veja algumas fotos da realização desta ação:

                                                                     

                                                    



                                                     












Produção Textual - Ensino Médio


No Ensino Médio o Tema  Meio Ambiente foi trabalhado na 3ª Série nas aulas de Língua Portuguesa.  e foram escolhidas as duas melhores   produções textual que ficou como com os alunos Bruno de Paiva Rêgo e Izabelly Fernanda Soares Alves.

Veja os dois repctivos textos: 
O HOMEM E A NATUREZA

Desde que a espécie humana surgiu, o meio ambiente está sendo modificado ao longo dos séculos. A avidez, a aspiração do homem pela riqueza exacerba culminantemente, aumentando também a poluição em nosso meio.
No momento em que o ser humano sentiu a necessidade de inovar e criar novos meios para que o mercado de trabalho pudesse se tornar mais acessível e vantajoso, começou uma busca por matérias-primas, tendo como principal foco a exploração na natureza, porém a mesma sofreu com esse avanço. De forma abusiva e sem controle, o meio ambiente vai sendo devastado. O princípio desse novo desenvolvimento ocorreu sem a preocupação com as gerações futuras e o destino do planeta nos próximos anos. Todo esse processo acarreta uma série de fatores que hoje são sentidos pela humanidade. Enchentes, desmatamentos, terremotos, tsunamis, aquecimento global são os principais fenômenos naturais que afetam até as pessoas que mantêm uma relativa participação na destruição ambiental.
Portanto, a relação harmoniosa homem/natureza é de relevante importância para a continuação da vida na terra, assim poderemos formar um desenvolvimento sustentável. Concluímos também que a conscientização e preservação dos meios naturais devem sempre estar em primeiro plano, pois a natureza pode satisfazer todas as necessidades do ser humano, menos a sua ganância.

Aluno: Bruno de Paiva Rêgo
Disciplina: Língua Portuguesa
Cursa:


 
DESASTRES NATURAIS: UMA REAÇÃO DA INTERVENÇÃO HUMANA NO MEIO AMBIENTE

Atualmente têm acontecido diversas catástrofes naturais provenientes de grande desgraça do homem no meio natural, tais desastres além de destruir milhares de vidas, comprometem o desenvolvimento da sociedade em todos os aspectos.
Os desastres naturais ocorrem a partir de terremotos, deslizamentos de terras, tsunamis e enchentes. Nas últimas décadas alguns desses fenômenos da natureza entraram para a história, por atingir grandes proporções de mortes e destruição. São muitas as consequências desses fenômenos relacionados à revolta da natureza, como a fome, doenças e desestruturação das famílias. Recentemente no Japão, especificamente na região litoral, aconteceu um terremoto com elevado grau de magnitude, o qual provocou um tsunami com ondas de até 10 metros.
Portanto, diante das causas apresentadas, constata-se que a natureza está mostrando o movimento que visa a subverter a ordem estabelecida através destes fenômenos já citados. Não há dúvidas que isso acontece devido à intervenção do homem no meio ambiente, que de diversas maneiras agride o ecossistema.

Aluna: Izabelly Fernanda Soares Alves
Disciplina: Língua Portuguesa
Série:

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Teatro na Escola

                                                                   O texto teatral

O texto é apenas um dos elementos do teatro. A ele se somam os atores e as suas maneiras particulares de representar determinados papéis, o cenário e a decoração, o figurino, a iluminação e, finalmente, o público. A situação e os elementos de comunicação no teatro são, portanto, bastante particulares e buscam o espetáculo, isto é, destina-se à representação, a uma concretização (encenação) diante de determinado público.
Ao abordar o referido tema em sala de aula, os alunos do 2º ANO da Escola Estadual João Soares da Silva foram orientados pela professora de Língua Portuguesa a escolherem um conto e fazerem uma adaptação para o teatro. Os alunos deviam indicar o ambiente, a época, os costumes, os objetos de cena, os gestos e a entonação de voz dos atores. Em seguida, as peças foram encenadas em sala de aula pelos alunos baseadas em contos tais como: Dezembro no bairro(Lígia F. Telles), A velha contrabandista(Stanislaw P. Preta), Não pense nisso(Moacyr Scliar), Prova de amor(criada pelos alunos), Quem disse que lobisomem não existe?(Rogério Andrade Barbosa) e Transformação(Maria Lúcia P. S.S. Araújo)
Confira abaixo as fotos mostrando as encenações feitas pelos alunos.








terça-feira, 24 de maio de 2011

Melhor Produção textual do 6º Ano "U"

Apresentamos aqui a produção textual feito pela aluna Andresa Soares que estuda no Ensino Fundamental e cursa a 6º 'U". A atividade foi realizada na aula de Ciências que teve como tema " A importância do Meio Ambiente em nossa vida." Na oportunidade foi esclarecido que a melhor produção iria ser publicada no blog.


Escola Estadual João Soares da Silva – Ensino Fundamental e Médio
Aluna: Francisca Andresa Soares Rodrigues
Disciplina: Ciências
       
        Produção textual: A importância do Meio Ambiente em nossa vida.
                               Texto: Vamos preservar o meio ambiente

        Devemos cuidar do meio ambiente porque ele é a nossa morada, o lugar de onde tiramos os recursos para nossa sobrevivência. Fazemos parte do lugar onde vivemos, se não cuidarmos do mesmo, não estamos cuidando de nós.
 A água é importante para nossa vida, porém nem todos dão a ela o valor merecido. Em muitos lugares o lixo é despejado em rios, lagos e até mesmo no oceano, isso prejudica a saúde tanto dos seres humanos, da fauna terrestre quanto da fauna dos rios e oceanos. E  os lixões a céu aberto também é um grande problema porque exalam um forte odor e também contaminam os lençóis subterrâneos, transformando-se numa ameaça para a saúde humana.
        Na zona rural as plantações que precisam de cuidados para evitar as pestes, para isso é preciso o uso de defensivos agrícolas, popularmente conhecidos como agrotóxicos, e o uso dessas substâncias pode poluir os rios e os lençóis d´água.
Os seres humanos precisam lutar pela preservação do meio ambiente, protegendo as espécies vivas, diminuindo a poluição no ar, na água e no solo; desenvolvendo novas formas de retirar os recursos de que precisamos na natureza sem agredi-la. Tudo isso fará do nosso planeta um lugar melhor para se viver.
 
Nome: Francisca Andresa Soares Rodrigues
Idade: 10 anos
Cursa: 6º ano "U"

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Notícias sobre repercussão da Greve na Educação

EDUCAÇÃO                                         Publicado as 22:30   22/05/2011
A professora potiguar Amanda Gurgel roubou a cena do programa Domingão do Faustão. Convidada do programa global para falar sobre seu discurso em defesa da Educação em todo o Brasil, onde o vídeo gravado, só em uma postagem no You Tube, já se aproximava de um milhão de visualições na noite deste domingo, Amanda passou nais de 20 minutos no palco do programa global.
"Educação não é só não arrotar na mesa e não comer com os cotovelos em cima da mesa", disse Faustão em um de seus frequentes atos de infelicidade na apresentação do programa de domingo...
Mas Amanda, que luta pela qualidade de Educação nas escolas, e não na mesa da casa, seguiu o discurso reafirmando sua fala na Assembleia Legislativa, ganhando o apoio da platéia...
Momento que chamou atenção na participação da professora no Domingão do Faustão: quando ela disse que o salário de um deputado dá para pagar salários de 30 professores... E quando ela pediu uma salva de palmas para todos os Estados onde os educadores estão em greve.
Embora os militantes discordem, Amanda teve em Faustão, um cabo eleitoral de peso para suas próximas disputas. Seja no Sinte, seja em busca de uma vaga na Câmara Municipal de Natal. Mesmo sem estar em sala de aula, Amanda Gurgel falou com a propriedade de quem tem a responsabilidade de pegar no giz todos os dias e ensinar aos alunos que eles têm, assim como ela, aprender a lutar...
E já justificando a ausência em salas de aulas, adiantou que, por ganhar pouco e ter que se desdobrar, os professores não têm capacidade sequer para aprender os nomes dos alunos...
Numa resposta adiantada para qualquer pergunta que venha a tentar que Amanda prove que está ensinando. Mo mais, a expectativa de que Faustão, como declarou, leve a luta da professora Amanda, e da Educação brasileira, ao gabinete da presidenta Dilma Rousseff.
A Educação do Brasil agradece. À Amanda...ao Faustão...
Publicado às 22:28
E vendo a entrevista da professora Amanda Gurgel ao Faustão, com reprises de trechos de seu discurso na Assembleia Legislativa do RN, que emocionou o Brasil, fico aqui me perguntando...
A deputada federal Fátima Bezerra (PT) é presidente da Comissão de Educação da Câmara Federal... O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) já fez parte da Comissão...
Por que, em nenhum momento, nem Fátima nem Rogério pautou a participação em debates como este da professora Amanda?
Para os dois, a Educação parece estar resumida, tão somente, ao pagamento do piso nacional de salários...
Fatores como falta de professores em sala, o tal cuscuz alegado, as carteiras quebradas...jamais foram discutidos. E se foram, passaram despercebidos até pelas assessorias dos próprios...
A professora Amanda fez o papel dos dois deputados federais.
Deputados, diga-se de passagem, adversários da professora.
Rogério, por ser do PSDB e ela do PSTU...
E Fátima, por apoiar um grupo do Sinte ao qual Amanda faz oposição...

Governos "nunca notaram" o caos da Educação

Quando conversava com Faustão na noite deste domingo, a professora ouviu do apresentador que o caos da Educação vem desde os tempos do império.
Colocação que ela acatou na hora...

E expôs as vísceras da Educação no Estado, nos últimos anos comandada pelo PT...partido da presidente da Comissão da Educação na Câmara.
Em sendo assim...o grito da professora Amanda em defesa da Educação de boa qualidade...surtirá efeito?
Tomara que sim...

Debate sobre Educação deveria chamar atenção do ministro Fernando Haddad

Mais uma vez ouvindo trechos do discurso da professora Amanda Gurgel...
Quem deveria ter chamado a professora potiguar para debater sobre Educação? O Faustão²
Na minha opinião, quem engoliu mosca nessa história foi o ministro da Educação, Fernando Haddad,
Ele sim, é quem tinha que ter convidado a professora para debater sobre o assunto.
Mas...até que ponto é interessante para a política brasileira?


Fonte: http://www.thaisagalvao.com.br/tg/index.php

Assista ao video da participação da professora Amanda no programa do Faustão:

video




sexta-feira, 20 de maio de 2011

DEPOIMENTO DOS ALUNOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO

video
Video dos alunos da E. E. João Soares da Silva dando seus depoimentos sobre o que pensam da educação, do movimento grevista e o atual posicionamento do governantes

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Inscrições Enem 2011

Enem pode ter 6 milhões de inscritos este ano

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) confirmou hoje os detalhes da aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011, marcado para os dias 22 e 23 de outubro. As inscrições começam na próxima segunda-feira (23) e, segundo a presidenta do instituto, Malvina Tuttman, o número de participantes pode chegar a 6 milhões, cerca de 1 milhão a mais que no exame do ano passado.
As inscrições serão feitas via internet a partir das 10h do dia 23 até o dia 10 de junho. O valor da taxa continua o mesmo de 2010: R$ 30,00. Estudantes que estão concluindo o ensino médio em escola pública não pagam.
O edital da prova será publicado amanhã (19) no Diário Oficial da União. A partir do ano que vem, a prova terá pelo menos duas edições por ano, uma no primeiro semestre e outra no segundo. A primeira edição de 2012 já está confirmada para os dias 28 e 29 de abril.
Em 2009, o MEC deu início a um projeto de substituição dos vestibulares tradicionais pelo Enem. A partir do resultado da prova, os alunos se inscrevem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e podem pleitear vagas em instituições públicas de ensino superior de todo o país. No ano passado, foram ofertadas 83 mil vagas em 83 instituições, entre elas, 39 universidades federais.
A participação no Enem também é pré-requisito para os estudantes interessados nas bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os benefícios são distribuídos a partir do desempenho do candidato no exame do ensino médio e podem ser integrais ou parciais, dependendo da renda da família.  
Fonte: Agência Brasil
http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/enem-pode-ter-6-milhoes-de-inscritos-este-ano/181735